Todos precisamos de beleza… nem que seja uma vez por semana

“Há sempre flores para quem as quer ver” Henri Matisse

Temos de alimentar o nosso artista interior, ou ele morre à fome e à sede. Temos de alimentá-lo com coisas belas e frágeis, percursos e inspirações, atenção e quietude.

Uma vez por semana sou recebida num espaço de criatividade para uma sessão de heArt Journaling. É a minha forma de me dar um tempo e um espaço para estar com “o meu artista interior”… e com ferramentas simples, com pouco mais que lápis de cor, objetos, papéis e cola, traço um percurso entre a memória e o sonho.  A minha guia chama-se Deidre Matthee, um ser resplandecente na paisagem por vezes cinzenta do Porto.

Hoje, um dos projetos foi traçar um mapa de intenções.

É bom pôr as coisas preto no branco… ou no verde, no amarelo, no lilás.

Para a quem quiser conhecer, vamos ter a Deidre no Centro Budista do Porto para um workshop sob o tema da mudança e das estações. Domingo dia 27 de Outubro.

Outras ideias? É bom alimentar o nosso artista. Nem que seja uma vez por semana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s