deram-me o lado molhado da casa para habitar

deram-me o lado molhado da casa para habitar*

o lado das coisas escuras e pegajosas, com líquenes verdes e sombras fugidias

deixaram-me ali porque não sabiam o que fazer comigo ou cansaram-se de tentar

pelo menos ali podia seguir a dança dos meus dedos e vaguear pelas masmorras desenhadas nas paredes roídas

podia raspar o resto de cal e lamber a transpiração da pedra fria

a parca luz mal conseguia trespassar as grades de ferro carcomido

e estava bem, não precisava de claridade

queria só a escuridão das noites sepultadas na sofreguidão dos incêndios recusados

 

soltava sons guturais sem eco e sem retorno enquanto polia fixamente o tampo da mesa de madeira esventrada

rodeava-lhe as pernas e escondia os meus segredos nas suas pregas

 

mas a maior parte do tempo apenas me escondia no canto mais desolado, escondia-me das sombras e dos gemidos que me procuravam

conhecia-lhes o toque e parava a respiração

pensei que se não respirasse não me reconheceriam, e aprendi a não respirar durante muito tempo

 

podia ficar dias sem respirar

e semanas sem me mexer

as sombras acabavam por se ir embora

durante uns momentos pensava que estava tudo bem e que, talvez, eu pudesse levantar-me e colocar-me sobre a mesa e aproximar a boca das grades e aspirar o ar, a clareza que estava lá fora

engolir os cheiros e as neblinas

e se aspirasse mais havia esta embriaguez boa que me ocupava a cabeça e anestesiava a garganta

e durante uns momentos até percebia sonhos

de pés descalços a caminhar na relva, de sementes preguiçosas a borbulhar na terra, de asas a riscar o espaço, de esboços suaves de bailados vibrantes e inimagináveis

por momentos tinha a espuma do rasto das manhãs nos meus lábios e o bater de voos transparentes nos meus ouvidos

e um cavalo selvagem galopava no meu peito e rugia vitorioso

o meu coração tinha o som dos cascos a bater na terra e arrastava uma tempestade

 

 

*verso de Al Berto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s