Uma aspirina a cair num copo de água

Foi uma questão de segundos. Num momento sentia-me inteira e segura. No momento seguinte não tinha chão. Uma sensação inexplicável percorreu-me de ponta a ponta. Uma mistura de céu e de inferno. Uma combustão interna. Era ar, era fogo, era sol e era vulcão. E de súbito, uma paz extrema. A serenidade última. Era oceano, era universo, era tudo. E depois o vazio.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s