Domingo no museu

Participei numa visita guiada à exposição de Artur Loureiro hoje no Museu Soares dos Reis. Ia à procura de luz, cor, texturas e sonho (não, nada tipo Museu de Serralves, hoje) e encontrei o que queria. Artur Loureiro é um pintor naturalista rendido ao simbolismo. Tem a particularidade de ter casado com uma australiana e ter vivido na Austrália durante 20 anos, ligado a uma família cosmopolita. Da Austrália trouxe uma paleta de cores que se integra muito bem na paisagem nortenha: Moledo, Caminha, Porto, Gerês, etc. Ao voltar para o Porto estabeleceu um atelier-escola no Palácio de Cristal e encontramos o ambiente romântico dos jardins do Palácio nas suas telas. Pena que no museu não temos acesso a nenhuma imagem, guia, livro sobre a sua obra (nem um postalito) e para além disso é proibido tirar fotografias. Queria rever as obras que vieram da Austrália (e umas que não vieram) e encontrei algumas no site da National Gallery of Victoria, Melbourne. Aí, ele é logicamente, Arthur🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s